Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Palavras Soltas...

As palavras podem significar muito, ou podem significar nada! Podem ser boas ou más... mas nunca deixarão de ser proferidas!

Palavras Soltas...

As palavras podem significar muito, ou podem significar nada! Podem ser boas ou más... mas nunca deixarão de ser proferidas!

10
Dez10

Coisas de Mulheres

Como eu concordo e me revejo com este post:

(aliás muitas serão as mulheres que se devem rever nestas palavras)

 

"Há dias em que estou má e crítica, outros em que estou boa, um mel. Há dias em que tenho toda a paciência do mundo, mesmo com os que nasceram só para chatear, outros em que a insatisfação alheia perante a vida me irrita. Há dias em que sou cabra, outros ovelha. Há dias em que preciso de toda a maquilhagem de feia que sou, outros em que me gosto desmaquilhada. Há dias em que invento cores para pôr nas unhas, outros em que desejava nunca as ter pintado. Há dias em que sou poderosa só com uns saltos altos, outros em que me magoam e saturam, ainda outros, que me bastam uns sapatos rasos e quero lá eu saber de sacrifícios em prol do ego. Há dias em que adoro o cabelo comprido pelas costas, outros em que o desejava cortar rente, só para não ter de cuidar dele. Há dias em que desejava ter nascido homem, libertar-me do soutien que não me deixa respirar e me aperta e sufoca o coração. Há dias em que só me vejo de saias, outros em que me prendem na obrigação de cruzar as pernas quando me sento e ainda outros em que me sinto feminina de calças. Há dias em que demoro a escolher as meias, outros em que me incomodam. Há dias em que me podem pedir mais e mais, há outros em que não me podem pedir nada. Há dias em que tenho tanta energia que nem eu sou capaz de saber tudo quanto fiz, há outros que até parada me canso. Há dias que penso no futuro, na pele, na saúde e como fruta e legumes, outros em que no presente sem querer futuro me afogo em Big Mac's e chocolates. Há dias em que insulto a balança, que de certezinha foi inventada por um homem e amaldiçoo todos os homens do mundo, outros, a maior parte deles, em que os adoro, abençoados sejam. Há dias em que não sei o que vestir porque gosto de tudo, outros em que o armário está estupidamente vazio. Há dias em que quero perfumes e mais lingerie, outros que só quero pijamas e pantufas polares. Há dias em que adoro o que compro, outros em que não sei onde tinha a cabeça quando comprei aquela droga. Não sabia? É por isso que nós passamos a vida a trocar o que comprámos. Há dias em que pinto arco-íris num céu cinzento de tão escuro e baixo que é, outros em que o céu azul me fere os olhos, até com óculos de sol. Há dias em que odeio a chuva que me estragou o cabelo, outros em que gosto de a ver e quero lá eu saber do cabelo. Há dias assim e dias assado. Não há dois iguais, no mesmo cenário, com a mesma roupa, numa só mulher. Malditas variações hormonais que nos fazem ser tantas numa só."

 

Este texto é da MAC do blog http://avidaemazulcueca.blogs.sapo.pt/  e podem encontrá-lo aqui.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Contacto:

palavrassoltasnomundo @gmail.com

Estou no Bloglovin', segue-me:

Follow

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

WOOK - www.wook.pt

Links

  •  
  • Comentários recentes

    • Luella Rose

      Muito mais bonita, com um corpo de uma mulher "rea...

    • Luella Rose

      As pessoas e a sua mania que qualquer coisa é uma ...

    • Maribel Maia

      Bem dito!

    • Palavras Soltas

      O meu pai adaptou-se muito bem e por isso também p...

    • m-M

      O meu pai, por exemplo, não se adaptou a smartphon...