Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Palavras Soltas...

As palavras podem significar muito, ou podem significar nada! Podem ser boas ou más... mas nunca deixarão de ser proferidas!

Palavras Soltas...

As palavras podem significar muito, ou podem significar nada! Podem ser boas ou más... mas nunca deixarão de ser proferidas!

20
Jun17

Há que começar por algum lado...

Leiam e assinem esta petição, se possível, pela revogação da liberalização do eucalipto:http://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=revogaeucalipo


A petição visa a "revogação do Decreto-Lei n.º 96/2013, de 15 de Julho, que implementou o novo regime de arborização que liberaliza a plantação em monocultura de eucalipto, deixando de ser necessário pedido de autorização prévia às autoridades florestais até 2 hectares, e que tornou mais complexo e burocrático a florestações com espécies autóctones, como por exemplo sobreiro, carvalho, castanheiro, pinheiro bravo e manso e outras tantas.
A revogação deste  DL não impede a florestação de eucaliptos, nem resolve todos problemas da nossa floresta, mas obriga a que as entidades competentes voltem à necessária tarefa de análise e aprovação da sua plantação. 


Desde a década de 1980 que as áreas ardidas em Portugal são superiores à média Europeia, tornando-se no país líder na Europa em número de incêndios, com cerca de 700.000 mil, e de área de território ardido, com mais do equivalente a 40% de todo o território nacional (seguido pela Grécia, Itália e Espanha, todos com cerca de 12%).

Portugal é o país do mundo com maior área de território ocupada por eucalipto (cerca de 10% de todo o seu território), a que correspondem quase 30% de área florestal sendo este valor inclusivamente superior ao da Austrália, país de sua origem.

Os dados apontam para a coincidência temporal entre o início da era do eucalipto com o início da intensificação dos fogos florestais, o que evidencia que nenhum dos vários governos deu até hoje a devida e necessária atenção às globalmente reconhecidas consequências da massificação desta espécie:

- Destruição dos recursos hídricos causada pelo seu “consumo de luxo” de água e consequente erosão extrema dos solos, ao ponto de se desconhecer a duração da reposição dos nutrientes necessários à plantação de qualquer outra cultura;

- Destruição da biodiversidade da flora dada a excessiva quantidade de biomassa produzida não permitir qualquer interacção com outras plantas e árvores;

- Desaparecimento quase total de fauna (curiosamente nem os animais de origem australiana, cuja alimentação é exclusiva de folhas de eucalipto, fazem uso das espécies predominantes por cá);

- Susceptibilidade para a ignição de incêndios de fulminante propagação e enorme intensidade, sendo que os bombeiros australianos sugestivamente alcunham a espécie por cá predominante (eucalyptus globulus), de “gasoline tree” (árvore da gasolina), tal o seu nível de combustão.

Está por isso na altura de nos questionarmos se devemos continuar vertiginosamente no caminho da auto destruição dos nosso recursos, a troco de uma contribuição de cerca de 2% do PIB e alguns empregos gerados pela industria da celulose? "

 

Não basta criticarmos, devemos fazer alguma coisa...

 

 

26
Mar17

Sou só eu que acho ridículo...

...existir uma claque que se auto-denomine como claque de apoio à selecção nacional de futebol?

 

Então mas, não são todos os portugueses apoiantes da selecção? 

Uns mais do que outros é certo, até porque o futebol também não agrada a todos!
No entanto, aqueles que gostam, como é o meu caso, não são também parte da claque da selecção?

Ou é preciso ficha de inscrição para ficar filiada?

 

Será preciso meia dúzia de gatos pingados fazerem uma claque para apoiar "Portugal" e  ainda para mais com tendências clubísticas?

É que a selecção é a representação do nosso país, de todos os portugueses, não é o Benfica, o Porto, o Sporting, a Académica, o Braga, ou o Leixões (etc)! 

Se é para ir apoiar Portugal não é para ir gritar pelo clube do coração ou chamar nomes aos outros clubes, é para gritar por Portugal e incentivar aqueles que representam a nossa bandeira!

 

 

Usar a selecção para atingir outros clubes é só estupidez e não saber o que se está ali a fazer...

 

Quem quer apoiar Portugal vai e apoia, individualmente, em família, com amigos, com colegas de trabalho, com quem quiserem, não é preciso a criação de uma claque para esse fim, como se de uma liga de clubes se tratasse!

 

Enfim...

Uma patetice, é que é! 

12
Jul16

Merzo vai à MerZa...

13681094_1768404893444781_6092141376724423445_n.jp

O ser repugnante (não tem outro nome tendo em conta a atitude xenófoba que teve) que fez esta publicação no facebook, é um Dj francês que se deve achar a última gota no oceano e só porque o seu país perdeu um campeonato da Europa, toca de escrever merZa...

 

O facebook em questão já foi eliminado, deve ter pensado que terminava com o assunto, mas felizmente existe uma coisa chamada print screen!! E aqui está ele, para que toda a gente possa ter conhecimento do que este disse.

 

Cada um tem direito à sua opinião é certo, mas uma coisa é opinar outra é partir para o insulto e ter atitudes xenófobas e racistas. 

 

Caro Merzo, a resposta ao teu post nojento fica aqui:

 

13620868_1175766605807251_4581710669864691519_n.jp

 

11
Jul16

Resumido, foi isto...

A Pipoca mais doce disse tudo:

"O jogo foi o que se viu. Um Cristiano arrumado por encomenda aos 20 minutos e 11 milhões a lutar contra a vontade de baixar os braços e chorar com ele. Muitos terão dado a coisa como perdida, que ainda não seria desta. Anti-jogo, um relvado sofrível, um árbitro a roubar assim à descarada, bolas ao poste, até uma praga de traças, caralho. Estava tudo desenhado para deixarmos a taça e trazermos na mala mais uma vitória moral, daquelas que sabem a nada mas que temos de fingir que sabem a muito.

 

 

Mas esta noite foi diferente. E de reis do "foi quase" passámos a deuses do "somos tudo". Foi esse o poder do golo do Éder. Antes disso, o poder das defesas do Rui Patrício, que me fizeram querer oferecer-me para mãe dos filhos dele. Antes disso, toda as pequenas coisas que, somadas, e ao longo de um mês, nos fizeram ir pensando "tu queres ver?". Sempre com mais desdém do que crença, verdade, mas com esperança pelo meio. Não nos podem levar a mal. Já sofremos tanto que fomos obrigados a criar mecanismos de defesa. E mais vale esperar pelo pior e ser surpreendido com o melhor do que embandeirar em arco e olhar para as mãos vazias. Tipo 2004, estão a ver?

 

Não jogámos bonito. Não houve duelos memoráveis. Com honrosas excepções, aqui e ali, foram jogos de bocejo, enervantes de chatos, quase sempre dei por mim a pensar que me estavam a gastar o tempo. Mas o caminho faz-se caminhando e o nosso fez-se assim. Com exibições mal amanhadas, com "oh porra, outra vez prolongamento", com pouca coisa para recordar (excepto o golaço do quarentão da Musgueira). Escreveu-se que o nosso jogo era "nojento", que não merecíamos um lugar na final, como se isto fosse uma competição de ginástica rítmica e nos atribuíssem pontos pela prestação artística. Ah, que se foda o jogar bonito. Fomos eficazes e era só mesmo isso que se pedia. Eficácia e o título.

 

Somos um povo incrível. A curva que vai do mais profundo negativismo à maior das euforias percorre-se em segundos. Pelo meio insultamos, ameaçamos, praguejamos, damos cabo dos nervos, juramos para nunca mais, eles é que ganham o deles e nós é que nos arreliamos. Mas depois passamos uma fase. E mais uma. E o entusiasmo vem de fininho. E, quando damos por nós, já nos sentimos capazes dos maiores feitos. Merecemos isto. Merecemos esta alegria estúpida que nos faz abraçar estranhos, que anula diferenças, que nos faz sentir os maiores do mundo. É só futebol, claro que é só futebol, fôssemos nós tão unidos para outras coisas e todo um blá-blá-blá que agora não me interessa para nada, eufórica que estou com a conquista."

06
Jul16

Estamos na final!!!

13566953_1187110727995152_137155530830168585_n.jpg

13620942_1187144184658473_282337346557419691_n.jpg

 

13627133_1187125374660354_2132632127128306774_n.jp

13621009_1187121137994111_5945669898432852292_n.jp

Imagens retiradas do facebook Selecções de Portugal.

 

Conseguimos!!! 12 anos depois estamos novamente na final!! 

Muito se tem dito sobre esta equipa, que não são bons, que não jogam bonito, etc, etc...Mas, o que é certo é que estamos na final. 

 

Verdade seja dita, tivemos campeonatos da europa em que jogamos maravilhosamente bem, jogos bonitos de se ver e de que é que isso nos valeu?? Muitas das vezes acabamos por ser eliminados nos quartos de final ou nas meias finais. 

 

Por isso, a minha teoria tem sido esta: Eu quero lá saber se Portugal vai jogar bonito ou não, eu quero é que sejam campeões! 

06
Abr16

Em desacordo com o acordo!

typewriter-1248088_1920.jpg

 

aqui mostrei a minha "resistência" em relação ao novo acordo ortográfico.

No entanto, o karma é tramado e na maioria dos locais por onde tenho passado sou sempre obrigada a usá-lo.

A verdade é que quanto mais conheço do novo acordo, mais estou em desacordo, com a sua implementação.(Gostaram do trocadilho?)

Vou deixar-vos alguns dos exemplos que me causam alguma espécie e que considero um verdadeiro assassinato à língua portuguesa.

Com o novo acordo a palavra pára (forma do verbo parar) perde o acento e passa a escrever-se para, (como a preposição para).

Portanto, se pretendermos dizer algo como "Pára, para descansarmos!", teremos de escrever "Para, para descansarmos!". Ora, para mim, isto não faz nenhum sentido e confesso que já fiquei meio perdida a ler frases onde "Para" significa "Pára".

Outro exemplo que vos deixo é a perda do acento na palavra pêra, passando a escrever-se pera. Mais uma aberração pera lê-se péra e não PÊÊra.

 

Enfim, vá-se lá entender a lógica destas mudanças! 

Se o objectivo era que o português usado em Portugal ficasse semelhante ao usado no Brasil, fracassaram redondamente! É que para isso, teremos de começar a dizer "planejar" em vez de "planear" entre outras adaptações! (ATENÇÃO: nada contra o Brasil, nem os brasileiros!)

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Contacto:

palavrassoltasnomundo @gmail.com

Estou no Bloglovin', segue-me:

Follow

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

WOOK - www.wook.pt

Links

  •  
  • Comentários recentes

    • mami

      dá muito nó...mas sim, é normal :D

    • Luella Rose

      Infelizmente, há situações e pessoas que nos desil...

    • Luella Rose

      Muito mais bonita, com um corpo de uma mulher "rea...

    • Luella Rose

      As pessoas e a sua mania que qualquer coisa é uma ...

    • Maribel Maia

      Bem dito!